Logo iLista Empresas

Polícia Federal prende Glaidson Acácio dos Santos por suspeita de praticar pirâmide financeira

Polícia Federal prende Glaidson Acácio dos Santos por suspeita de praticar pirâmide financeiraeconomia-bitcoins-criptomoedas Em 25/08/2021

Na manhã desta quarta-feira (25), a Polícia Federal, com o apoio da Receita Federal e do Ministério Público Federal (MPF), lançou a operação “Kryptos” contra uma empresa de Lagos responsável pela prestação de serviços de criptomoeda.

Os negócios tem fortes indícios de ser a famosa pirâmide, prometendo dar aos participantes recompensas com retornos financeiros insustentáveis. Na operação, 120 agentes foram mobilizados para fazer diligências nas empresas e residências dos envolvidos.

O tribunal autorizou a execução de 7 mandados de prisão preventiva, 2 mandados de prisão temporária e 15 mandados de busca e apreensão. Se o réu for condenado, ele pode pegar até 26 anos de prisão. Além do Rio, os negócios também são realizados em São Paulo, no Estado do Ceará e no Distrito Federal.

Glaidson Acácio dos Santos, dono da GAS Consultoria Bitcoin, foi preso por suspeita de pirâmide financeira. A força-tarefa o encontrou em um casarão em Itanhangá, zona oeste do Rio de Janeiro, onde foram apreendidos cédulas de reais, euros, dólares e até barras de ouro.

A empresa dele é investigada há dois anos pela Receita Federal epor disfarçar o esquema em uma espécie de consultoria em bitcoins, a moeda digital mais usada no mundo digital.

Entre os moradores da cidade de Cabo Frio, onde fica a sede da empresa, esse de operação virou uma febre,  ganhando o apelido de “Novo Egito”. Os envolvidos oferecem rendimentos acima da média em comparação com outros investimentos como poupança, tesouro direto e bolsa de valores.

Notícias recentes