Segunda morte suspeita por contaminação de cerveja é investigada

Segunda morte suspeita por contaminação de cerveja é investigada

A Secretaria de Saúde de Pompéu (MG), informou hoje (14) que uma moradora da cidade de Belo Horizonte morreu internada em um hospital da cidade com sintomas de síndrome neufroneural. A polícia atribui ao consumo de cerveja pilsen Belorizontina, da Backer. A morte havia ocorrido no dia 28 de dezembro do ano passado, mas somente hoje foi vinculada à série de intoxicações decorrentes do consumo de cervejas do fabricante Backer.

A própria Secretaria afirmou que a mulher, que não teve nome divulgado, esteve em Belo Horizonte entre os dias 15 e 21 de dezembro. Segundo a família da falecida, a mulher teria consumido a própria cerveja durante este período. Se confirmada a morte por ingestão da cerveja, esta será a 2ª morte decorrente da intoxicação pela bebida.

Os comentários estão desativados.