Regras para o uso das aspas (“”) – Pontuação

Onde uso Aspas (“”)? Muito simples! Primeiro com estrangeirismo. O que é estrangeirismo? Palavras que vem de outra língua. Usamos elas com gírias, expressões populares de modo geral, arcaísmo, que são palavras antigas e neologismos. O que é neologismo? Neo – novo, logismo – palavra. Novas palavras. Quando você cria uma palavra, você usa também neologismo as aspas. Vamos aos exemplos?!

Há “trombadinhas” nas cidades grandes “batendo carteiras”.
trombadinhas – gíria
batendo carteiras – gíria ou expressão popular

Por favor, antes de ir embora, faça um “beckup” dos arquivos.
beckup – apesar de ser comum para nós, muitas pessoas não conhecem essa palavra, inclusive muitos dos antigos. Minha vó não conhece! Por que? É um estrangeirismo. Apesar de ser própria para a gente, beckup é uma palavra que nós temos emprestada de outra língua. Então tem que ser entre aspas. Lembrando que isso é páreo para a escrita.

Ele mora lá no “cafundó do Judas”.
cafundó do Judas – expressão arcaica antiga e popular.

Outro uso de aspas é quando eu tenho por exemplo, a citação da fala de alguém. Antes ou depois da citação da fala de outra pessoa. Eu vi o ministro falando alguma coisa, sou repórter e quero fazer uma reportagem, no meio da reportagem quero colocar a fala do ministro, então eu coloco entre aspas. O ministro tal, falou tal coisa: “coloca a fala exata do ministro”. Ou seja; citação direta. Uso de aspas na citação direta sempre.

Outro caso muito comum na escrita para você utilizar aspas, ironia.

Quando você é irônico precisa usar as aspas. Ex.: Eles são uns “anjinhos”! O que quer dizer esse anjinhos? Na verdade eles são o quê? O contrário de anjinhos. O anjinho ali que está entre aspas é uma ironia. O contrário daquilo. Outro exemplo: Ai, que saudades “querida”! Querida ai entre aspas quer dizer que na verdade não é tão querida assim, então é uma ironia. Usou ironia, coloca aspas.

Professor Noslen

Os comentários estão desativados.