Faça seu filho te obedecer com sucesso

Eu dou uma ordem ninguém me escuta. Eu chamo ninguém vem.
Obediência é uma coisa muito importante, até porque isso tem a vê com um tudo na vida do seu filho.

Por que ensinar obediência é fundamental?
Alguns escritores dizem que obediência se ensina até o 3º ano de idade. E que se uma criança não aprendeu a obedecer, até os sete ela ainda pode aprender a obedecer, mas que depois dos 7, você vai colher um duro e amargo caminho, se o teu filho não aprendeu a obedecer nesse período.

Por que?
Porque esse período é o mais fácil de você lidar com ele. Não é simples ensinar obediência. Para que o seu filho aprenda a obedecer, você tem que se preocupar com algumas coisas básicas. Vamos as dicas!?

• Olho no olho
Você é grande. Quando vai falar com o filho, coitadinho! Ele é pequeno e não enxerga você. Tem que ficar esticando o pescoço.

O que fazer então?
Você precisar baixar ao nível do seu filho, porque passa confiança, segurança. O seu filho olha pra você e fala:
_ Minha mãe e meu pai sabem o que estão fazendo.

A segunda dica é importantíssima.

• Regras práticas
As vezes a mãe fala assim: _ Sabe o que eu vou dizer pra você? Você não pode sair, pois cada vez que isso acontece você blá, blá, blá... hum, hum, hum.

Regras práticas – Precisa guardar isso. Precisa pegar aquilo. Isso aqui tem que ser assim. Ou seja; regras bem objetivas para a idade da criança. Se seu filho é maior, você pode explicitar melhor as regras, mas se é pequenininho é assim.

Muitas crianças não obedecem porque não entendem o que o pai e a mãe quiseram na história.

• Poucas regras
Lembre-se que quando o Senhor fez o Jardim do Edem, Ele colocou uma árvore que era proibido tocar. Nós colocamos milhões de regras: Não põe o pé no sofá. Não blá, blá, blá... Um monte de coisa. A criança fica tonta. Ela não sabe o que pode e o que não pode

• Combine com seu filho qual será a punição
A criança precisa obedecer. Não fica claro pra ela. Depois, mesmo que fique claro ela não sabe: _ Se eu não fizer isso o que é que vai acontecer. Então, você já combina: _ Filho é o seguinte, se você não obedece, se isto não está certo, sabe o que vai acontecer, você ficará sem ir há casa da vovó.

Não pode cortar privilégios da criança que tem um relacionamento com a religião.
_ Ah, você não vai no tempo se fizer isso. Não pode!!!

Você tem que privá-lo de uma coisa que é agradável a ele: computador, internet, videogame... Ótimo! Priva disso que é uma grande coisa que você faz. Agora cuidado, pois se você diz assim: _ Não vai poder usar internet. Em seguida você sai, deixa lá a internet e o moleque que é muito esperto usa a internet e quando você te perto de chegar ele guarda tudo e você nem percebe. Essa punição é furada.

Você tem que realmente colocar algo que vá se cumprir. Se você disser que não pode, é porque não pode.

Um detalhe importante: Trabalhe essas regras em conjunto, junto com seu esposo(a).

Não é difícil, desde que você comece na época certa.


Dilene Ebinger - terapeuta de casal e família

Os comentários estão desativados.