Falta de tempo?! Não! Esse não é o seu problema!

09/02/2018

Chega a ser até um pouco irônico a gente pensar que não muito tempo atrás as pessoas acreditavam que a tecnologia ia de uma certa forma libertar a gente. Que íamos ter mais tempo livre, mais lazer, mais diversão, mais tempo com a família. Inclusive autores famosos, Dominique Domase falou isso, quando disse que “trabalhar em tese 4 horas por dia seria suficiente para manter o mundo todo num estado de perfeita abundância”. E o que a gente tem visto na verdade não é isso. O que vemos é um estágio em que a gente depende cada vez mais da tecnologia e que a tecnologia ocupa cada vez mas as nossas vidas.

O seu problema não é falta de tempo. O seu problema é falta de prioridades. Tem pessoas que nas mesmas 24 horas do nosso dia estão descobrindo a cura para o câncer, outras vão para a academia, que em fim, conquistam coisas majestosas, tem carreiras fantásticas e a gente tá aqui, reclamando que não temos tempo para fazer exercícios, para estudar e para fazer as coisas que precisamos no dia-a-dia.

O que percebi, o que eu acho que pode ser o seu problema também, porque certamente é o meu, é que a gente dá muita importância a coisas que não são importantes. Dizemos que não temos tempo, mas assistimos televisão. A gente diz que não tem tempo, mas estamos sempre em redes sociais. Falamos que não temos tempo, mas quando surge a oportunidade de fazermos alguma coisa que realmente queremos, a gente tem tempo.

Eu vejo as pessoas dizendo que não têm tempo para ler, quando na verdade 10 minutos por dia em que a gente lesse daria pra ler ai uns 5,6, 7 livros por ano que é infinita vezes mais que o brasileiro médio ler.

Reclamamos que não temos tempo para ir à academia, mas ao mesmo tempo estamos discutindo com pessoas estranhas na internet de vez em quando.

Eu queria propor um desafio pra você, que é um desafio pessoal que eu vou fazer. Eu quero sugerir que você faça. É o seguinte: Atribua prioridade aquilo que é importante. Estabeleça quais são as quatro coisas mais importantes da sua vida e todo o resto, tem que ser resto. Então pode ser que pra você as coisas mais importantes sejam: estudos; trabalho; família e saúde, não sei, talvez seja isso. Mas estabeleça quais são essas quatro coisas mais importantes e toda vez que você for gastar tempo com alguma coisa, pense o seguinte: Essa coisa que eu vou fazer agora, ela vai mover o ponteiro da minha vida pra frente? Ela vai me ajudar a construir alguma coisas? Ela é indispensável?

Isso vai exigir uma certa mudança de comportamento, porque muitas das vezes as coisas que achamos que são indispensáveis, as que achamos não poder deixá-las de lado, de repente não são tanto assim.

A gente tem noção de que o tempo que usamos, ele é muito mal usado, muito mal gasto.

Eu quero fazer esse desafio com você pra gente poder mudar isso. Para começarmos a mudar a forma como a gente investe isso.

Pode ser que você esteja gastando muito tempo em Redes Sociais, no YouTube, assistindo Tv ou lendo revistas que não acrescentam nada, ou fazendo coisas que não tem a menor validade. Sabemos que 70% dos nossos resultados vem de 30% das nossas ações. Quais são esses 30%? Como que esses 30% vão mudar a sua vida? O que você vai fazer a partir de hoje para poder dá prioridade pra eles? Esse é o meu desafio pra você e o desafio que vou aplicar na minha vida também.

Fernando Mesquita

Gostou? Compartilhe!

Enviar ComentárioEnvie um Comentário

Olá visitante,